terça-feira, 13 de julho de 2010

+ e - = Sobra


Sobra tanta falta,
sobra tanto abraço,
sobra tanto choro...
sobra de tudo um pouco,
sobra do vento a brisa...
sobra do amor a alegria,
sobra de mim tristeza e poesia,
sobra tanta falta,
falta do que já nao tinha...
e se sobra por tanto,
por que não suprir?
não há nada e nem ninguém,
que possa subrir a
necessidade de faltar!
já não falo coisa com coisa,
já não há mais o que dizer!
mais se eu chorar outra vez...
me abraçe como se fosse a ultima vez.

2 comentários:

Susana M disse...

Apesar desses sentimentos todos de perca,de tristeza, nunca se esqueca no meio de tanta sobra,"sobra" uma grande mulher, bjs

Felipe Zuanetti Portugal disse...

Pra que perder? Pra que sobrar?

PARA VIU! =D


Lembre-se que pra tudo existe um remédio, e este remédio tem nome!


Periclitantes,


Amém!


Saudades