sábado, 14 de novembro de 2009


Em meio a lagrimas me pego a esta página em branco a escrever...
Traçar palavras, linhas e mais linhas...
Em meio a um desabafo, em uma crise de existência? Talvez sim,
Porque não?
O que será que me diferencia?
Será peso, tamanho, idade?
Gritas comigo como se estivesse brigando na rua...
E ainda por cima com um desconhecido...
E com ele? Há... Com ele falas como se ele fosse uma mulherzinha...
É infelizmente não é de hoje...
E eu tenho aturado isso a vida inteira...
Por que não aturar por mais uns anos...
Mais às vezes só quero um pouco de atenção...
Apenas um pouco de carinho...
Apenas um abraço!
Mais me contento com gritos...
Com palavras ruins,
Mais um simples sorriso seu é capaz de me fazer esquecer tudo!
Simplesmente porque te amo!
Às vezes à vontade de morrer me consome,
Mas mesmo assim penso em você...
Talvez eu não vá fazer falta,
Mas quem sabe? Eu não sei...
Apenas gostaria de te ter de verdade!
E não apenas em reuniões no colégio...
Ou quando queres apresentar-me a alguém...
Mais um dia, te mostrarei o que realmente quer,
Um lado meu que você desconhece...
É... O meu lado que você ignora enquanto me trata como opção...
E esse dia logo chegará!
Será que só assim me reconhecerás como sou?
Eu só te quero bem...
Nem que para isso eu tenha que partir.


Brenda Reis

Um comentário:

Thiago Oliveira disse...

Linda, realmente linda adorei!