quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Madrugada de Risos


Uma noite triste e fria
como tantas outras
mal percebo que a madrugada
entrou em cena
e tudo que era choro, friu e desanimo
deu lugar a risos e calor...
ao mesmo tempo que distante
estava ali ao meu lado uma otima pessoa...
conversando sobre o sentido da vida!

Um comentário:

Felipe Zuanetti Portugal disse...

Qual é a cor dos seus olhos?
Qual é o preço dos sonhos?
Qual é o segredo da vida?
Qual é a resposta e a saída?


Amo-lhe, diz algo?